Viralizou nas redes sociais e em grupos no WhatsApp o vídeo mostrando o discurso duro do vereador Juninho Coelho (PMN), proferido na manhã desta segunda-feira, 29, durante a sessão da Câmara Municipal de Pimenta Bueno.
 
Sem se importar com a presença do prefeito Arismar Araújo (União Brasil) sentado na mesa da Câmara, Juninho criticou a proposta dele para aumentar diárias e salários de secretários municipais, entre eles a primeira-dama, Cíntia Iara Ferrari Araújo de Lima, titular da Secretaria Municipal de Assistência Social.
 
O projeto de reajustes, que além de secretários também contempla diretores e controladores, eleva dos atuais R$ 6 mil para R$ 11 mil os vencimentos do primeiro escalão em Pimenta Bueno. Chegou a ser apresentada uma proposta para subir também os salários do prefeito e do vice Valdeir Cruz (Republicanos), mas a matéria acabou sendo retirada da pauta.
 
Tentando pegar carona na farra, os próprios vereadores também apresentaram projeto para reajustar suas diárias, mas a proposta também foi retirada da ordem do dia.
 
Exercendo seu primeiro mandato, Juninho, que antes de virar microempresário era vendedor da Gazin, usou os preços dos alimentos para comparar a situação de um trabalhador que precisa sustentar a família ganhando um salário mínimo, com a dos secretários pimentenses, que ganharam aumento de mais de 80%.
 
A MAMATA PASSOU
Por cinco votos a quatro, o aumento salarial da cúpula da gestão municipal em Pimenta Bueno foi aprovado. Além do próprio Juninho, os vereadores Pombinho (PMN), Rafael de Paula e Oziel Almeida (ambos do Patriota) votaram contra o reajuste.
 
Alegando estar “cumprindo agenda” em outra cidade, o apresentador de TV Sóstenes Silva (PP) não compareceu à sessão. O presidente da Câmara, Cássio Ribeiro (DEM) também votou com o prefeito e desempatou o placar, ajudando a implantar em Pimenta o que Juninho considera “uma imoralidade”.
 
O vereador, aliás, escancarou sua posição ao microfone: “a gente tem que ter limite. Isso aqui tá uma palhaçada”.
 
CLIQUE AQUI e leia projeto, que reajusta os valores das e diárias.
 
ABAIXO, ASSISTA O VÍDEO.

 
Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação