Como já havia antecipado o RONDONIAGORA, o ex-secretário de Saúde do Estado, Williames Pimentel está mesmo cumprindo em casa, a prisão temporária decretada na Operação Pouso Forçado. A determinação, do desembargador Eurico Montenegro, da noite desta segunda-feira (1), atende a pedido da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Pimentel é advogado e foi defendido pela seccional rondoniense por não existir, conforme determina a Lei, Sala de Estado Maior, onde devem permanecer presos temporariamente os profissionais da advocacia.

Sem a Sala de Estado Maior (idêntica a que está preso o ex-presidente Lula, em Curitiba), o desembargador Eurico Montenegro mandou que o Estado retirasse Pimentel ao Presídio Pandinha e o deixasse ficar em casa, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

O ex-secretário foi denunciado por suposto envolvimento em esquema de corrupção de transporte de pacientes envolvendo a empresa Rima Aero Táxi.

Rondoniagora