A Portaria do Instituto Naional de Seguro Social (INSS) modifica a regra publicada no dia 20 de março, que permitia a procuração a todo beneficiário independente de idade.

O INSS liberou a presença física do beneficiário na chamada comprovação de vida desde março, no começo da pandemia, quando suas agências ficaram fechadas, como forma de prevenir a disseminação da covid-19, entre o grupo que é considerado mais vulnerável que são os idosos. 

Esta comprovação de vida é obrigatória desde 2012. A cada ano, os aposentados e pensionistas precisam comprovar que estão vivos para continuar com o benefício ativo. A medida foi implementada para evitar fraudes ou pagamento indevido de benefícios. 

Cabe lembrar que o atendimento presencial em algumas agências do INSS está previsto para ser retomado na semana que vem, dia 3 de agosto. (EBC)