As urnas que serão usadas na nova eleição para prefeito de Candeias do Jamari (RO), região metropolitana de Porto Velho, foram lacradas pela Justiça Eleitoral nesta quarta-feira (3). A eleição está marcada para o próximo domingo (7).

A imprensa e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) acompanharam a geração das mídias de resultado e colocação dos flashes com as informações dos candidatos e eleitores de cada sessão.

Por fim, foram colocados oito lacres assinados pelo juiz e promotor eleitorais em cada uma das 58 urnas que serão usadas. Também foi realizado um teste para comprovar a atividade realizada.

O juiz eleitoral Áureo Virgílio Queiroz destaca que a apuração será realizada na própria cidade, para que a população possa acompanhar com mais transparência.

"Nós montamos toda a estrutura em Cadeias do Jamari. Será instalada a junta eleitoral e toda a equipe da Justiça Eleitoral estará na Câmara Municipal e iremos disponibilizar um telão [com a apuração]. Até 7 ou 8 da noite sairá o resultado", diz.

Depois de declarado o eleito, começa a contar um prazo de até 30 dias para a posse do novo prefeito. Esse prazo vai depender de algum recurso que haja sobre o processo eleitoral.

O juiz lembra que várias regras precisam ser observadas do dia da votação. "Foi baixada uma portaria onde está proibido o eleitor levar pra cabine o aparelho celular com propósito de tirar foto no momento do seu voto. Poderá levar o celular, mas não poderá ir até a cabine com ele", alertou.

Mais de 17 mil eleitores estão aptos a votarem neste domingo em Candeias. São 62 sessões na cidade e em distritos como Triunfo, que fica a mais de 80 quilômetros da cidade.

Por Diêgo Holanda, G1 RO